ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Santuário São Francisco de Paula e Nossa Senhora de Fátima - Ouro Fino - por Pe. Andrey Nicioli


Contato

Praça Monsenhor Teófilo, S/N

Caixa Postal 122

Centro

37550-000

Ouro Fino - MG

 

(35) 3441-1080/ 3441-2069

 

Reitor e Vigários

Cônego Mauro Morais - Reitor e pároco

Pe. Agenor Roberto da Silva - Vigário paroquial

 

Confira os horários do Santuário

 

 

História

“Tudo, nas alegrias e horas mais difíceis, é lá que encontramos respostas para nossas perguntas, falamos com Deus e deixamos Ele falar conosco. É lá que ouvimos a voz do Bom Pastor que cuida de nós com amor”. Essa afirmação da dona de casa, Ana Lúcia Simeão, revela bem a importância do Santuário para os fiéis de Ouro Fino. Um sonho que começou ainda no paroquiato do Monsenhor José Roberto da Silva. 

Desde o ano de 1978, os livros de batismo trazem anotados no local da administração do sacramento o termo “Santuário” para se referir à Igreja Matriz. Porém, não há nenhuma anotação relevante nos livros do tombo que se referem à elevação do Templo. Apenas no livro 4 do tombo, foi encontrado o relato de uma visita pastoral de Dom José D`Angelo Neto no ano de 1974, referindo-se à Matriz como “um verdadeiro Santuário pela afluência de fiéis...”. 

Nos arquivos da Paróquia também se encontram vários livros de visitas contendo no termo de abertura: “Servirá este livro para assinaturas de peregrinos e visitantes ao Santuário de São Francisco de Paula”.  

Considerando que não foi encontrado decreto de elevação e sendo um desejo dos fiéis e devotos, o então pároco na época, padre José Setembrino de Melo, protocolou o pedido o qual foi prontamente deferido pelo Arcebispo, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho - Opraem.   

A Matriz de São Francisco de Paula foi elevada à dignidade de Santuário, conforme o Cân 1232 §1 e 2, aos 13 de maio de 2007. Desejando fomentar ainda mais a devoção para com a Bem Aventurada Virgem Maria, Mão de Deus e Mãe da Igreja, invocou-se sua valorosa maternidade, sob o título de Nossa Senhora de Fátima, confiando à Virgem Mãe esta Paróquia de São Francisco de Paula. Por meio de Dom Ricardo Pedro, foi feito o pedido de uma Imagem facsímile de Nossa Senhora de Fátima ao Bispo do Santuário de Fátima em Portugal, para ser colocada no altar mor do Santuário. A partir desta data foi iniciado o processo de restauração, recuperação e adaptação litúrgica do Santuário para bem acolher os peregrinos e fiéis.  

No dia 4 de dezembro de 2009 deu-se a inauguração do presbitério e no dia 18 de dezembro do mesmo ano chegou ao Santuário a Imagem da Virgem de Fátima que em solene Celebração Eucarística foi entronizada, colocada no altar mor e coroada.

Segundo o atual reitor, Cônego Mauro Morais, o Santuário é de suma importância para o município, já que a devoção a São Francisco de Paula como padroeiro desta paróquia surgiu há 132 anos antes da emancipação do município de Ouro Fino. O Santuário é o principal ponto de referencia religioso e turístico da cidade e todos o têm com muito carinho e orgulho.

“Os ouro-finenses têm orgulho do templo do Santuário por sua tradição e beleza artística. Todos fazem referencia ao Templo como Santuário e não como Igreja Matriz. Ao referir ao Santuário, percebemos o respeito e carinho das pessoas por este templo e seus padroeiros”, afirmou.

E os moradores também já ouviram muitos relatos de graças e bênçãos recebidos ali no Santuário.

“Uma senhora do Estado do Paraná me contou que estava na cidade para  cumprir uma promessa de cura de um filho que havia sofrido um acidente. Ele ficou muito ferido em um acidente em Varginha. Ela, em viagem para ver o filho, passou por Ouro Fino e pediu a graça da cura. Tendo o filho ficado bom dos ferimentos, ela veio agradecer”, afirmou a historiadora e funcionária pública, Maria Romilda Gomes Rodrigues.

A religiosa, Irmã Maria Nelly Nunes, já passou até um susto com um peregrino ali. 

“Um dia fui acudir um peregrino que falou: Estou desmaiado! Ao aproximar-me retificou: É beleza demais! Sim, a beleza também conduz a Deus. A Arte o tocara!”, lembrou.  

Irmã Maria Nelly também se admira com a fé dos peregrinos e devotos que passam pelo Santuário. 

“Quantas vezes vi lágrimas nos olhos de visitantes, que foram tocados por Deus, na sua consciência, sacrário e santuário de Deus onde estão ressoa a voz do nosso Criador. Admiro o número de peregrinos e de pessoas que vêm aqui rezar, seja diante da Imagem de São Francisco de Paula seja diante de Nossa Senhora. Muitos entram aflitos e saem consolados; outros recebem graças que os libertam através do perdão seguindo as inspirações de Deus e saem muito felizes; pedem o auxilio de Deus e saem em paz”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

Publicado no dia 15/03/2017