ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Arquidiocese emite nota de pesar pelo falecimento do padre Francisco Garcia - por Pe. Andrey Nicioli


A Arquidiocese de Pouso Alegre comunica com pesar o falecimento do padre Francisco de Paiva Garcia, aos 86 anos de idade. Ele faleceu na noite desta terça-feira, 08. Nascido em Pouso Alegre no dia 2 de julho de 1931, pertencia ao clero da Diocese de Amparo, onde era padre emérito da Paróquia São Sebastião. Atualmente residida em Pouso Alegre, onde faleceu.

Seu corpo está sendo velado inicialmente em Pouso Alegre, sua terra natal, na capela do colégio Santa Doroteia, onde uma missa de corpo presente será celebrada às 8h pelo Arcebispo Metropolitano, Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R.. Na sequência, o féretro irá para Amparo, na Paróquia São Sebastião, onde duas missas serão celebradas, às 12h e às 16h. Seu corpo será sepultado no cemitério da Saudade, junto ao padre Lima, como foi seu pedido. 

Padre Chico, como é carinhosamente conhecido, tinha mais de 60 anos de vida sacerdotal, comemorados no dia 22 de dezembro de 2016. Por mais de quatro décados, entre 1963 e 2011, esteve à frente da Paróquia São Sebastião de Amparo.

A Arquidiocese de Pouso se une em oração pelo descanso eterno desse nosso irmão, que dedicou sua vida ao Reino de Deus. 

Biografia

Francisco de Paiva Garcia nasceu no dia 02 de julho de 1931 em Pouso Alegre. Seus pais se chamavam Cândido e Maria. Desde pequeno destacava-se no trabalho vendendo leite, ferro velho, sabugos, palha seca de milho e outras coisas, tudo para ajudar a família. No final de sua infância e começo de sua adolescência, um amigo de seus pais, um padre holandês, olhou para Francisco e disse: "Cândido, teu filho vai para o seminário comigo". 

Depois de algum tempo Francisco entrou para o Seminário. Ele foi ordenado padre no dia 22 de julho de 1956 na Vila Formosa, em São Paulo. Celebrou sua primeira missa em Pouso Alegre, sua terra natal, no dia 31 de dezembro de 1956. Um ano depois deu aulas no Seminário em Itajubá. Também trabalhou em Pirassununga, como administrador do Seminário. 

Ele assumiu a Paróquia São Sebastião de Amparo no dia 02 de junho de 1963, onde ficou até o ano de 2011. Até seu falecimento ele residia em Pouso Alegre com sua família. 

 

 

 

Com informações da Diocese de Amparo

 

 

 

Publicado no dia 09/08/2017