ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Dom Majella orienta olhar pastoral da arquidiocese para 2020 - por Pe. Andrey Nicioli


Durante reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral (CAP) no último sábado (8), o arcebispo metropolitano de Pouso Alegre, dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., leu sua carta de orientações pastorais para todas as paróquias, pastorais e movimentos. A carta traz 11 pontos para reflexão, que são: Ano jubilar arquidiocesano; 9ª Assembleia de Pastoral; Celebração sinodal; Visitas pastorais; Campanha da Fraternidade 2020; 58ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil; 4ª romaria arquidiocesana ao Santuário Nacional de Aparecida; Visita Ad Limina Apostolorum; Eleições municipais; Congresso Eucarístico Nacional; e Dia Mundial dos Pobres. 


Reunião do CAP no último sábado (8)

"Iniciamos um novo ano pastoral, inspirados no nosso Plano arquidiocesano de Pastoral. Vamos colocar em prática o principal objetivo de evangelizar, anunciando por palavras e ações, a pessoa de Jesus Cristo, operacionalizando cada uma das três prioridades. Vamos reforçar os Conselhos Paroquiais de Pastoral bem como os COSEPAs. Não desperdicemos mais este momento de Graça do Senhor e do seu Espírito. Mãos à obra! Iniciemos este ano jubilar iluminados pelo Senhor e abertos para contagiarmos, com paz e a esperança a caminhada das nossas comunidades eclesiais. Ajudem-nos a Virgem Maria, Mãe da Igreja, o glorioso mártir São Sebastião, os santos padroeiros de nossas paróquias, comunidades e organizações religiosas. Rezemos com fervor para que o servo de Deus, Pe. Alderigi Maria Torriani, seja incluído no número dos santos da Igreja", disse dom Majella.

Destaque especial para a celebração do ano jubilar, quando, em 2020, a arquidiocese de Pouso Alegre celebra seus 120 anos de criação pelo Papa Leão XIII. Segundo o arcebispo, o interesse geral desse jubileu é a missão, fortalecendo a consciência da cultura do encontro. 

"O interesse central deste jubileu é a missão: fortalecer a nossa consciência de que precisamos ir justamente ao encontro das pessoas onde elas estão, recordando as consequências do discipulado, que é a missionariedade. O caminho que o Espirito nos indica: ir ao encontro, visitar, convidar, acolher, abrir espaços de participação na comunidade paroquial.

Precisamos encontrar o outro com um grito de alegria. Precisamos aprender a ver o cristianismo com olhos novos. Precisamos reaprender a olhar a nossa Igreja particular de Pouso Alegre com olhos novos. E sempre iniciamos a partir de Jesus Cristo e é a Ele que também anunciamos", refletiu.

A programação do ano jubilar você pode encontrar no site comemorativo (CLIQUE AQUI) 

 

LEIA A MENSAGEM DE DOM MAJELLA NA ÍNTEGRA:

Ao Conselho Arquidiocesano de Pastoral - CAP

Ao Conselho Setorial de Pastoral - COSEPA

Conselho Comunitário de Pastoral - CCP

Aos membros do clero,

Aos religiosos e outros consagrados,

A todos os fiéis leigos da Arquidiocese de Pouso Alegre

“QUERIDA AMAZÔNIA’, é o título escolhido pelo Papa Francisco para a Exortação Pós-sinodal do Sínodo para a Amazônia, que será conhecida na próxima quarta-feira, 12. Podemos dizer que só este título já provoca esperança. Com este documento acolheremos o caminho do Sínodo, evitando absolutizar leituras paralelas, parciais, desligadas do verdadeiro “corpo do Sínodo que são os diagnósticos nas suas quatro dimensões”.

1.Ano Jubilar:

A nossa diocese foi criada a 4 de agosto pelo Papa Leão XIII através do decreto Regio Latissime patens (área mais ampla) desmembrando-a de Mariana e São Paulo. Celebremos num clima de ação de graças este “jubileu extraordinário” de criação da diocese de Pouso Alegre.

Tema: ‘120 anos de evangelização e missão, como Igreja diocesana. Tempo de misericórdia e memória de todos”. 

Lema: “Eu vos darei futuro e esperança” (Jr 29,11)

O interesse central deste jubileu é a missão: fortalecer a nossa consciência de que precisamos ir justamente ao encontro das pessoas onde elas estão, recordando as consequências do discipulado, que é a missionariedade. O caminho que o Espirito nos indica: ir ao encontro, visitar, convidar, acolher, abrir espaços de participação na comunidade paroquial.

Precisamos encontrar o outro com um grito de alegria. Precisamos aprender a ver o cristianismo com olhos novos. Precisamos reaprender a olhar a nossa Igreja particular de Pouso Alegre com olhos novos. E sempre iniciamos a partir de Jesus Cristo e é a Ele que também anunciamos. 

Que as paróquias, comunidades, pastorais, movimentos criem ações concretas através de: novenas do padroeiro; formação sobre a eclesiologia; peregrinação à catedral ou algum dos santuários diocesanos; conhecer e divulgar a história da nossa Igreja particular; intensificar o diálogo com a sociedade, promovendo reflexões e análise da realidade, das questões em evidência na sociedade atual em matéria de violência, corrupção, intolerância religiosa, ecologia integral etc, sempre à luz do Evangelho de Jesus Cristo e do ensinamento da Igreja.

O encerramento do Jubileu Arquidiocesano será no dia 22 de novembro. A missa, na Catedral Metropolitana, será às 10h30. Já nas Paróquias, o encerramento do ano jubilar será na missa vespertina do mesmo dia, quando celebraremos a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo. 

2. 9ª Assembleia de Pastoral

Efetivar as propostas da 9ª Assembleia Arquidiocesana de 2016 a fim de que possamos avaliar a caminhada evangelizadora da nossa Arquidiocese, para assegurarmos o crescimento e amadurecimento do processo que atenda às necessidades atuais das prioridades: 

1. Comunidade de fé em estado permanente de missão

2. Comunidade de fé a serviço da família

3. Comunidade de fé a serviço da Vida Plena para todos.



3. Celebração Sinodal

O caminho será percorrido através de 4 etapas. O ano de 2020 é a etapa preliminar (motivação, reflexão, oração)

A marca do caminho sinodal é a busca da renovação da evangelização e da vida pastoral da Arquidiocese mediante a conversão missionária, como se pede no Documento de Aparecida e na Evangelii Gaudium.

Celebraremos em sintonia com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE- 2019-2023).

Celebraremos o Primeiro Sínodo num clima de fé, com a certeza de que é o Espírito Santo que dirige a Igreja do Senhor. A abertura do 1º Sínodo Arquidiocesano será no dia 22 de novembro na celebração eucarística das 10h30 na Catedral Metropolitana. 

4. Visita Pastoral 

A Visita Pastoral está programada para o Setor Pastoral Mantiqueira, nas paróquias: São Benedito (12 a 15 de março); Nossa Senhora das Graças (9 a 12 de julho); Nossa Senhora de Lourdes – Maria da Fé (3 a 6 de setembro); São José Operário (15 a 18 de outubro) e Nossa Senhora da Soledade (5 a 8 de novembro). A Visita pode nos ajudar mais em estreitar melhor os laços entre as comunidades da Arquidiocese e favorecer a “espiritualidade diocesana”. Vamos transformar este evento em instrumento de evangelização.

5.Campanha da Fraternidade – 2020

Tema: Fraternidade e Vida: dom e compromisso

Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)

Neste ano, somos convidados a olhar, de modo mais atento e detalhado, para a vida e encontrar caminhos para que o sentido da vida seja fortalecido ou até mesmo reencontrado. Vamos olhar para a nossa realidade que nos interpela a respeito do sentido que estamos atribuindo à vida nas suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica.

Que cada pessoa, grupo pastoral, movimento, comunidades eclesiais, motivados pela CF possam ver fortalecida o cuidado, o zelo, a preocupação mútua pela fraternidade. 

Sugestão para a abertura da CF nas paróquias, que necessariamente não precisa ser na Quarta-feira de Cinzas: celebrar a eucaristia ou a Celebração da Palavra num hospital, numa UPA; num local marcado pela ameaça da destruição da vida; valorizar a ecologia integral.

6. 58 º Assembleia CNBB – 22 de abril a 1º de maio – Aparecida - SP

A temática será relacionada ao primeiro pilar proposto nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora – DGAE- 2019-2023: a Palavra de Deus. Vamos refletir de que forma: fazer com que a Palavra de Deus chegue às pessoas. A reflexão irá considerar três dimensões da Palavra: pessoal, social e ecológica. Entre os temas diversos votaremos a criação do regional Leste 3 da CNBB (Espirito Santo)

7.  4ª Romaria Arquidiocesana para Aparecida – 4 de julho:

Neste Ano jubilar vamos peregrinar à Aparecida porque lá é uma “escola que tem Maria como educadora da centralidade de Deus”. Aparecida é casa materna onde a ação e a contemplação se conjugam.

8. Visita “ad limina Apostolorum” - Roma, 26 de setembro a 8 de outubro (Regional Leste 2)

Visita “ad limina” significa no limiar, na soleira, na entrada, nos limites (das basílicas) dos apóstolos Pedro e Paulo.

Dois aspectos que se completam no que concerne à visita “ad limina”: venerar os sepulcros dos Apóstolos Pedro e Paulo e apresentar-se ao Romano Pontífice (CDC, cân. 400). A visita é uma oportunidade para manifestar ao Papa Francisco a obediência e a devoção de nossas comunidades ao pastoreio universal do Santo Padre. Cada bispo leva consigo o seu rebanho e este deve, pela oração e pela obediência, integrar-se nesse grande gesto de unidade, que é a ida a Roma para fortalecer a união com Pedro.

9. Eleições municipais: primeiro turno: 4 de outubro; segundo turno: 25 de outubro

O Doc. 105 de CNBB, nos nº 258-263, trata do mundo da política, missão do cristão leigo direcionada de modo especial para a participação na construção da sociedade, segundo os critérios do Reino. Em nossas comunidades eclesiais, criar espaço para o estudo e a reflexão a partir dos critérios do Ensino Social da Igreja, favorecendo também mesas de debates entre os candidatos. 

10. XVIII Congresso Eucarístico Nacional (CEN) – Recife 12 a 15 de novembro

Tema: Pão em todas as mesas

Lema: Repartiam o pão com alegria e não havia necessitados entre eles (At 2,45-47)

O Congresso Eucarístico Nacional constitui uma graça especial, quer para a Igreja local, quer para todo o povo brasileiro, convocado a reconhecer mais plenamente o mistério da Eucaristia e a renová-lo publicamente. Valorizar mais este augustíssimo Sacramento significará, para nossas comunidades, um crescimento na fé, na esperança, no amor. Desenvolver nas paróquias reflexão sobre o tema do CEN e aprofundar em encontros de oração, adoração ao Santíssimo, catequese, etc. A conexão entre Eucaristia e evangelização é também, neste momento do Ano Jubilar, “memória” de um acontecimento histórico de especial significado, 120 de criação da diocese de Pouso Alegre. 

Na Arquidiocese estaremos celebrando nas paróquias a Semana Eucarística pelo Jubileu arquidiocesano de 16 a 20 de novembro. Organização e programação a cargo dos MECs, liturgia, catequese.

11. Dia mundial dos pobres

Instituído pelo Papa Francisco através da Carta Apostólica “Misericordia et misera”. Temos por vocação e missão apoiar os pobres. Que este dia torne um forte apelo à nossa consciência de que partilhar com os pobres permite-nos compreender o Evangelho na sua verdade mais profunda. Vamos fixar o olhar, neste dia, em todos aqueles que estendem as suas mãos invocando ajuda e pedindo nossa solidariedade. O Papa Francisco publicará uma mensagem para o IV Dia Mundial dos Pobres, que celebraremos em 15 de novembro.

Iniciamos um novo ano pastoral, inspirados no nosso Plano arquidiocesano de Pastoral. Vamos colocar em prática o principal objetivo de evangelizar, anunciando por palavras e ações, a pessoa de Jesus Cristo, operacionalizando cada uma das três prioridades. Vamos reforçar os Conselhos Paroquiais de Pastoral bem como os COSEPAs. Não desperdicemos mais este momento de Graça do Senhor e do seu Espírito. Mãos à obra!

Iniciemos este ano jubilar iluminados pelo Senhor e abertos para contagiarmos, com paz e a esperança a caminhada das nossas comunidades eclesiais. Ajudem-nos a Virgem Maria, Mãe da Igreja, o glorioso mártir São Sebastião, os santos padroeiros de nossas paróquias, comunidades e organizações religiosas. Rezemos com fervor para que o servo de Deus, Pe. Alderigi Maria Torriani, seja incluído no número dos santos da Igreja. 

 

Asseguro a todos a minha proximidade na oração. Deus os abençoe.

Dom José Luiz Majella Delgado, C.Ss.R.

Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre

 Pouso Alegre, 6 de fevereiro de 2020

Memória de São Paulo Miki e Companheiros Mártires.

 

 

Publicado no dia 10/02/2020